Partilhar

Como funciona a criolipólise

Por Paula Cassandra. Atualizado: 20 janeiro 2017
Como funciona a criolipólise
Imagem: plus.google.com

O tratamento que promete remover a gordura localizada usando baixas temperaturas já é considerado a nova lipoaspiração. Como o procedimento está se popularizando, o umComo.com.br vai explicar como funciona a criolipólise.

Também lhe pode interessar: Como funciona a abdominoplastia

O que é criolipólise

A criolipólise é uma técnica usada para eliminar a gordura localizada, principalmente, no abdômen. Devido à facilidade que oferece na perda de peso, está se tornando bastante popular, sendo inclusive chamada de nova lipoaspiração, com a vantagem que não se trata de um procedimento cirúrgico. Porém, é de extrema importância que o interessado nesse método busque locais seguros e credenciados para realizar o procedimento.

Para saber como funciona a criolipólise vale dizer que a técnica faz uso de um aparelho que se acopla à parte do corpo onde se deseja eliminar a gordura. Para tanto, uma ponteira faz a sucção da pele, por meio de vácuo, e promove um resfriamento intenso da região. Existem diferentes tamanhos de ponteiras para se adaptar a áreas distintas no corpo. Assim, a ponteira grande é geralmente usada na barriga e as pequenas nas laterais do abdômen e nas costas.

A ideia é congelar as células de gordura, para quem fiquem com temperaturas negativas. Dessa forma, elas se rompem totalmente e são expelidas naturalmente, pois o organismo compreende que não fazem mais parte dele. Depois de rompidas, as células seguem para o fígado onde serão metabolizadas, sendo que especialistas afirmam que não há problema para o órgão. Segundo eles, o sistema linfático leva somente uma porção de gordura ao fígado e assim não o sobrecarrega.

Já o aparelho que realiza a criolipólise trabalha controlando o resfriamento da área escolhida, além de danificar apenas as células adiposas, pois são elas as mais sensíveis ao frio. Dessa forma, especialistas garantem que não existem riscos aos músculos, nervos e outras estruturas do corpo.

Como funciona a criolipólise - O que é criolipólise
Imagem: embarquenaviagem.com

Quem pode fazer criolipólise

O método é indicado apenas para pessoas que possuem o popular pneuzinho, por isso, não serve a quem está com sobrepeso ou obeso. Também não pode ser feito em indivíduos que possuam sensibilidade ao frio, como quem tem urticária, nem por pessoas com hérnias no local da aplicação ou mesmo infecções na pele. Mulheres grávidas e pessoas que fizeram cirurgia recentemente também estão proibidas de fazer criolipólise.

Quem for passar pelo procedimento não precisa ter cuidados específicos, podendo até mesmo alimentar-se e exercitar-se normalmente, antes e depois da sessão, a qual costuma ter duração de uma hora. Além disso, em apenas duas sessões os resultados já aparecem, o que pode variar conforme cada caso. Porém, no mesmo local deve haver um espaçamento de dois meses para uma nova sessão. Já a quebra total da gordura e sua eliminação podem demorar até três meses.

Durante o procedimento de criolipólise é normal sentir um pouco de desconforto ou um forte beliscão, mas que logo passa, até porque a região fica anestesiada devido ao seu congelamento. Como resultado podem surgir vermelhidões, inchaço e hematomas que desaparecem em pouco tempo. Embora seja raro é possível que ocorra dor prolongada e mesmo aumento da gordura ao invés de diminuição.

Como funciona a criolipólise - Quem pode fazer criolipólise
Imagem: neolaserlocacoes.com.br

Se pretende ler mais artigos parecidos a Como funciona a criolipólise, recomendamos que entre na nossa categoria de Peso e Imagem Corporal.

Escrever comentário sobre Como funciona a criolipólise

O que lhe pareceu o artigo?

Como funciona a criolipólise
Imagem: plus.google.com
Imagem: embarquenaviagem.com
Imagem: neolaserlocacoes.com.br
1 de 3
Como funciona a criolipólise

Voltar ao topo da página