Como remover uma espinha utilizando frutas e verduras

Como remover uma espinha utilizando frutas e verduras

Pode eliminar as espinhas do rosto de várias formas, mas neste caso propomos que experimente um remédio natural. Trata-se de utilizar frutas e verduras para remover as espinhas. Em muitos casos, desconhecemos muitas das propriedades que as frutas têm e que, usadas em forma de máscara, a maioria das vezes melhoram o aspeto da sua pele.

Vai precisar de:
Passos a seguir:
1

A uva pode ser usada externamente. Trata-se de um dos melhores agentes molhantes, porque recuperam a pele dos efeitos de secura. Para a usar para eliminar as espinhas, deve fazer uma máscara com a sua polpa e aplicá-la sobre a zona onde tem as espinhas. Deixe sobre a pele uns 20 minutos e depois lave com água abundante. A máscara ajudará a fazer desaparecer as espinhas e também a prevenir que elas voltem a aparecer.

2

A cenoura também é muito útil no tratamento das espinhas e não só, também as pode utilizar para eczemas, queimaduras solares e feridas. A forma de uso é semelhante à da uva. Primeiro deve fazer uma máscara com a sua polpa que deve aplicar na sua pele e deixar atuar durante 30 minutos. Para lavar, já sabe, água em abundância. Também ajuda a tornar a sua pele mais macia.

3

Para eliminar as espinhas da pele, também é muito eficaz o tratamento feito com couve, uma vez que tem um efeito restaurador sobre a mesma. O método de emprego é muito simples, apanhe as folhas frescas se e esmague-as com um pouco de azeite. Em seguida aplique sobre a pele.

4

A papaia tem propriedades anti-bacterianas que serão muitos úteis no tratamento contra as espinhas e cravos, evitando também que os mesmos se infetem. O seu uso é muito simples, liquefaça a fruta até obter o seu suco. Deverá aplicá-lo sobre a zona infetada durante 15 minutos e em seguida deve lavar com bastante água fria.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Como remover uma espinha utilizando frutas e verduras, recomendamos que entre na nossa categoria de Peso e Imagem Corporal.

Conselhos
  • Estes tratamentos são para situações leves, se entender oportuno consulte sempre um especialista.