Como saber se sou alérgica a esmalte

Como saber se sou alérgica a esmalte
Imagem: naturalist.com.br

Uma das grandes paixões das mulheres são as unhas arrumadas com um esmalte bonito, que além do mais protege as nossas unhas das agressões externas. Mas o que grande parte das mulheres não sabe é que também é possível ter alergia ao esmalte de unhas. A esta alergia se dá o nome de dermatite ou eczema de contato e, pode ocorrer em qualquer fase da vida, sendo mais frequente na fase adulta, sem aviso prévio. As causas das reações alérgicas estão entre os componentes do esmalte, como o tolueno, o formaldeído e a mica. Se já sentiu algum desconforto na hora de aplicar esmalte e suspeita que pode ser alergia, em umComo vamos mostrar para quais os sinais de alergia a esmalte e como tratar.

Sinais de alergia a esmalte de unha

Como já referimos acima, as causas da alergia a esmalte de unha estão entre os componentes do esmalte. Os principais componentes que podem causar as reação alérgicas são o formaldeído, o tolueno e a mica. O formaldeído, presente na composição de praticamente todos os esmaltes, é o responsável pela durabilidade do produto na unha e pela fixação do mesmo. A mica é um pigmento utilizado em esmaltes cintilantes e perolados e, o tolueno é um solvente.

Os sintomas da alergia a esmalte de unha são coceira e vermelhidão no pescoço, rosto e mãos. Além disso, pode ainda ocorrer inchaço na zona das pálpebras e inchaço e descamação nas cutículas e dedos.

Na presença destes sinais, deverá consultar um médico para fazer um teste de contato. Neste teste é colocada uma fita nas costas da paciente contendo substâncias presentes no esmalte, entre elas o formaldeído. A tira permanece nas costas da paciente por 48 horas e, após este período é feita uma observação para verificar se ocorreu alguma reação alérgica. Caso o resultado seja positivo, bolhas e vermelhidão podem aparecer no local da substância à qual tem alergia.

É importante lembrar que não são apenas os esmaltes de cor que podem causar reações alérgicas, bases incoloros e top coats também contêm substâncias como o formaldeído que podem causar alergias.

Imagem: clinicalandgraf.com.br

Tratamento de alergia a esmalte

Após confirmar que você é alérgica a esmalte de unha, o recomendável é consultar um dermatologista para lhe indicar o tratamento a seguir. O dermatologista irá indicar-lhe a medicação adequada para controlar os sintomas e lesões causadas pela alergia. Além disso, deverá ficar um tempo sem aplicar qualquer esmalte nas suas unhas.

Mas não pense que, por ter alergia a esmalte de unhas nunca mais vai poder pintar as suas unhas. Várias marcas de esmaltes já possuem uma linha de esmaltes hipoalergênicos ou livres das substâncias formaldeído e tolueno. Na maioria dos casos estes esmaltes costumam ser eficazes e não causam reações alérgicas. Mas é importante ficar sempre atenta aos rótulos, mesmo que digam que são hipoalergênicos, e optar por base e óleo secante também hipoalergênicos. Algumas das marcas que comercializam esmaltes hipoalergênicos são a Risqué, Boticário, Impala e Colorama. No entanto, este tipo de esmalte costuma ser mais caro que os esmaltes convencionais.

Imagem: femininous.com

Se pretende ler mais artigos parecidos a Como saber se sou alérgica a esmalte, recomendamos que entre na nossa categoria de Beleza e Cuidados Pessoais.