Partilhar

Em que consiste o plasma rico em plaquetas

Por Sara Viega. Atualizado: 20 janeiro 2017
Em que consiste o plasma rico em plaquetas

Para prevenir as rugas e o envelhecimento é necessário começar a cuidar da pele antes que apareçam os primeiros sinais de envelhecimento. Cremes, soros, ampolas e máscaras destacam-se como excelentes opções; no entanto, existem tratamentos como o plasma rico em plaquetas que busca rejuvenescer a pele e atacar a tempo o envelhecimento precoce.

O plasma rico em plaquetas promete melhorar a aparência da pele envelhecida, esconder as rugas, ativar a produção natural de colágeno, regenerar a pele e, portanto, tratar as manchas e marcas de acne. Se você quer saber em que consiste o plasma rico em plaquetas e se informar a respeito de seus resultados, leia com atenção este artigo de umComo.

Também lhe pode interessar: Benefícios do plasma rico em plaquetas

O que é o plasma rico em plaquetas

Para saber o que é o plasma rico em plaquetas devemos começar explicando que o plasma é uma substância que compõe 60% do sangue e contém em sua maioria água e proteínas plasmáticas que permitem melhorar consideravelmente a pele, a ponto de ficar mais jovem e bonita.

O tratamento de plasma rico em plaquetas consiste em tomar uma amostra de sangue da pessoa, aproximadamente 10 cc, e colocá-la em uma centrífuga para separar as células sanguíneas (glóbulos vermelhos, glóbulos brancos) do plasma e as plaquetas. Uma vez que se separaram os elementos que formam o sangue, o médico especialista em estética procede a injetar o plasma rico em plaquetas na zona da pele que a pessoa deseja tratar.

As plaquetas, mais especificamente, têm a propriedade de regenerar os tecidos cutâneos e de estimular a produção natural de ácido hialurônico. Portanto, através do plasma rico em plaquetas, a pele atravessa um processo de regeneração celular que permite melhorar consideravelmente o aspecto da derme para esconder e combater o envelhecimento.

Em que consiste o plasma rico em plaquetas - O que é o plasma rico em plaquetas

Resultados do plasma rico em plaquetas

Os resultados do plasma rico em plaquetas podem ser observados após 15 dias de iniciar o tratamento; no entanto, considera-se que após um mês podem se perceber melhor os efeitos.

Os resultados que se devem esperar do tratamento de plasma rico em plaquetas são:

. Diminuição das rugas ou desaparecimento de sulcos pequenos.

. Mais frescura e luminosidade na pele.

. Hidratação da derme.

. Melhoria no aspecto dos poros abertos da cútis.

. Aumento da elasticidade e firmeza da pele.

. Diminuição da descamação da derme.

. Melhoria na aparência de cicatrizes e manchas.

Em que consiste o plasma rico em plaquetas - Resultados do plasma rico em plaquetas

Em que consiste uma sessão de plasma rico em plaquetas

A sessão de plasma rico em plaquetas deve ser realizada por um profissional especialista em medicina estética. É recomendável fazer em um lugar certificado para realizar o procedimento e atendido por profissionais de área de saúde dermatológica.

Uma sessão pode durar até uma hora e consiste em extrair a amostra de sangue da pessoa, separar o plasma rico em plaquetas das demais células sanguíneas e aplicar imediatamente na zona que se deseja tratar a pele. A aplicação deve ser realizada antes de três horas de separar o sangue já que, caso contrário, o plasma pode se danificar e não oferecer os benefícios esperados.

A pessoa deve se certificar, para evitar um mau tratamento, que o plasma seja de cor amarelado pálido para ter a confiança de que o especialista está fornecendo a substância correta à pele. O aplicativo realiza-se através de micro injeções que podem causar pequenos hematomas que desaparecem em muito pouco tempo; além disso, o tratamento não causa nenhum tipo de lesão, efeitos colaterais, alergias ou contraindicações.

É importante que o paciente proteja cuidadosamente a sua pele com protetor solar e não é necessário suspender o uso de nenhum creme hidratante ou antirrugas. Em geral, a pessoa que realiza este tratamento pode continuar com a sua vida de forma normal.

Costumam-se realizar até 4 sessões de plasma rico em plaquetas ao ano, não é recomendável fazer mais. As três primeiras sessões se fazem, em geral, a cada três semanas e a quarta e última leva-se a cabo dois meses após a terceira.

Para quem é recomendado o plasma rico em plaquetas

O plasma rico em plaquetas pode ser aplicado em pessoas a partir dos 30 anos; neste caso, se realizaria mais como um tratamento para prevenir o envelhecimento precoce da pele e garantir a frescura e juventude da mesma por mais tempo.

Também se recomenda para aquelas pessoas que desejam melhorar a aparência de marcas, manchas ou sulcos da pele, com a intenção de procurar resultados corretivos e regenerativos das células da derme.

O plasma rico em plaquetas pode ser combinado com outros tratamentos estéticos para propiciar um melhor resultado na zona da pele que se deseja tratar. Em geral, os especialistas recomendam alternar com sessões de radiofrequência.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Em que consiste o plasma rico em plaquetas, recomendamos que entre na nossa categoria de Beleza e Cuidados Pessoais.

Escrever comentário sobre Em que consiste o plasma rico em plaquetas

O que lhe pareceu o artigo?

Em que consiste o plasma rico em plaquetas
1 de 3
Em que consiste o plasma rico em plaquetas

Voltar ao topo da página