Partilhar

O que é uma bichectomia

 
Por Paula Cassandra. Atualizado: 16 janeiro 2017
O que é uma bichectomia

As bolas de Bichat são bolsas de gordura que existem no rosto e que costumam dar à face um aspecto mais arredondado. O procedimento cirúrgico que realiza a sua remoção se chama bichectomia, o qual se tornou uma tendência, principalmente, entre as celebridades, nos últimos anos. Agora que você já sabe o que é uma bichectomia, confira mais informações sobre esse tipo de cirurgia plástica, como é feita, indicações, contraindicações e muito mais com o umComo.com.br.

Também lhe pode interessar: O que é a Carboxiterapia

Bolas de Bichat

Entre a mandíbula e o maxilar existem as chamadas bolas de Bichat, uma de cada lado, as quais são bolsas de gordura que muitas pessoas apresentam mais salientes, deixando o rosto mais redondo, mesmo que não estejam acima do peso. Na bichectomia, que é a remoção dessas bolas, a cirurgia plástica pode removê-las parcialmente ou totalmente. No entanto, o objetivo é afinar o rosto, inclusive, o queixo, ou seja, se trata de uma cirurgia totalmente estética.

O que é uma bichectomia - Bolas de Bichat

Indicações e contraindicações da bichectomia

Mesmo que seja tendência, inclusive, entre as celebridades, nem todos os especialistas concordam com a sua realização. Isso porque com o passar dos anos é normal que a região naturalmente perca gordura, o que pode deixar a pessoa que realiza o procedimento com aspecto mais envelhecido antes do tempo. De qualquer forma, a cirurgia que também é denominada remoção das bolas de Bichat pode ser feita por qualquer pessoa, porém, é mais indicada para quem costuma ficar com a face mais cheia quando está com alguns quilinhos a mais. A única contraindicação é a indivíduos com doenças infecciosas ativas.

Riscos da bichectomia

Por se tratar de um procedimento cirúrgico, é importante que as pessoas que desejam realizar a bichectomia entendam que como qualquer outra cirurgia, essa envolve riscos, uma vez que exige anestesia geral ou anestesia local e mais sedação. Nesse sentido, é preciso avaliar se o desejo de ter o rosto mais fino supera o risco que se corre ao se submeter à plástica. Já ao ser definida a sua realização, o paciente passa por um check-up, solicitado pelo seu médico, a fim de avaliar as condições da sua saúde.

Como é feita a bichectomia

Também é preciso fazer exames pré-cirúrgicos, como glicemia, hemograma e coagulograma. Um cardiologista é o outro profissional que deve avaliar o paciente antes de procedimento. Já na hora da bichectomia, o cirurgião começa fazendo um corte dentro da boca, a qual possui mucosas que cicatrizam com mais facilidade e sem deixar marcas aparentes. Depois, o especialista busca pelas marcas anatômicas, que ajudam a localizar as bolas de Bichat. Para removê-las, o próximo passo é realizar uma incisão no local. Já se a remoção das bolas de Bichat for feita em conjunto com outra cirurgia plástica, como o lifting facial, por exemplo, basta remover as bolas quando a pele é levantada para ser reposicionada.

Quando a bichectomia é feita sozinha, o procedimento leva em média uma hora. Uma possível complicação é se o médico for inexperiente e cortar por engano o nervo do trigêmeo, localizado próximo às bolsas de gordura. Nesse caso, pode haver até mesmo paralisia facial. Já o pós-operatório é caracterizado pelo inchaço normal da região, para o qual se pode fazer compressas de água fria. É indicado evitar os alimentos cítricos, que podem causar ardência, e usar protetor solar no local. Em média, depois de uma semana a pessoa operada pode voltar as suas atividades normais.

O que é uma bichectomia - Como é feita a bichectomia

Se pretende ler mais artigos parecidos a O que é uma bichectomia, recomendamos que entre na nossa categoria de Beleza e Cuidados Pessoais.

Escrever comentário sobre O que é uma bichectomia

O que lhe pareceu o artigo?

O que é uma bichectomia
1 de 3
O que é uma bichectomia

Voltar ao topo da página