menu
Partilhar

Tipos de pérolas

 
Por Redação umCOMO. 18 maio 2021
Tipos de pérolas

A pérola é uma pedra preciosa especial, símbolo de pureza. Origina-se de um simples grão de areia, que ao penetrar em um molusco, começa a ser coberto por nácar como mecanismo de defesa. Esta bola de nácar dá lugar ao que conhecemos como pérola, dois ou três anos depois. Se você tem uma pérola e quer comprovar sua pureza, te recomendamos ir a uma joalheria de confiança, onde avaliarão sua joia e responderão todas as suas dúvidas.

Se você está interessado em saber mais sobre este tesouro, neste artigo do umCOMO te contamos quais são os diferentes tipos de pérolas. Tanto sua natureza como sua origem podem determinar diferenças entre essas pedras tão apreciadas. Descubra a seguir quais são elas!

Também lhe pode interessar: Tipos de lapidação de diamantes

Tipos de pérolas segundo sua natureza

A maneira com a qual se forma uma pérola é uma característica singular que definirá esta pedra preciosa. Sua natureza é um método de classificação para joalheiros e colecionadores. Neste sentido, as pérolas podem classificar-se em três tipologias:

Pérolas naturais

As pérolas naturais são aquelas que se formam de maneira espontânea, sem necessidade de que o ser humano tenha influenciado na sua criação. São as pérolas mais puras e, por sua vez, as mais escassas, já que se calcula que um de cada 10.000 moluscos, aproximadamente, é capaz de produzir uma pérola.

Tipos de pérolas - Tipos de pérolas segundo sua natureza

Pérolas cultivadas

As pérolas cultivadas são mais frequentes de encontrar e são aquelas as quais os humanos participam para acelerar e controlar a criação. As pérolas cultivadas podem ser subcategorizadas, dividindo-se em:

  • Pérolas cultivadas em água salgada: os moluscos são submetidos a uma operação na qual se introduz neles um núcleo esférico para conseguir que a ostra o envolva em seu manto de nácar, como mecanismo de autodefesa e forme, assim, a pérola. Estas ostras costumam ser deixadas no mar para que, de forma "natural", criem a pedra preciosa. Com esse método se pode chega a produzir uma pérola por ostra.
  • Pérolas cultivadas em água doce: as pérolas de água doce, também conhecida como pérolas chinesas, são cultivadas em lagos e rios. Diferentemente das de água salgada, não costuma ser utilizado um núcleo para o seu cultivo, mas, sim, se enxerta um pedaço de manto no molusco, que ao ser reabsorvido produz um manto de nácar. Este, dentro os tipos de pérolas, costuma ser o mais econômico, já que cada molusco pode produzir mais de uma pérola.

Pérolas de imitação

As pérolas de imitação são produzidas 100% pelo homem e não nada a ver com a formação natural dos moluscos. Nestes casos, se utilizam materiais diferentes que, quando trabalhados, conseguem obter um aspecto muito similar ao de uma pérola natural ou cultivada.

Agora que você já sabe que existem as pérolas naturais e as pérolas produzidas pelo homem, talvez você queira descobrir qual a diferença entre pedras preciosas e semipreciosas.

Tipos de pérolas segundo sua origem

Ainda que sua natureza seja uma das classificações básicas ao falar de pérolas, sua origem também costuma ter uma grande importância para diferenciá-las. Assim, encontramos estes tipos de pérolas segundo a procedência:

Pérola australiana

É uma das mais cotadas do mundo, porque é uma das mais brilhantes e perfeitas, e seu tamanho varia entre os 9 e os 28 mm. São cultivadas em água salgada ao norte da Austrália, assim como na Indonésia e nas Filipinas, e sua formação, dependendo do molusco, pode levar de 3 a 9 anos, o que aumenta o custo delas.

Esta pérola, além do mais, costuma ter uma gama de cor muito ampla, que vai do branco ao negro. As pérolas australianas destacam-se, sobretudo, pela profundidade de seu brilho e sua iridescência prateada, a qual de dá um valor especial e a converte em uma das variedades mais caras do mundo.

Tipos de pérolas - Tipos de pérolas segundo sua origem

Pérola Tahiti

Nas águas salgadas da Polinésia Francesa se cultivam as pérolas conhecidas como Tahiti. Esta variedade de até 13 mm se caracteriza por ser de cores variadas, como o dourado, o azul, o cinza, o verde e, inclusive, o negro, uma das cores que lhe agregam valor por sua espetacularidade.

O brilho destas pérolas é muito intenso, o que as faz mais especiais. Podem serem obtidas em tão somente dois anos, o que faz com que tenham uma formação rápida quando comparado ao cultivos de outros tipos de pérolas.

Pérola freshwater

As famosas pérolas de água doce, também conhecidas como pérolas freshwater, são produzidas no Japão e nos Estados Unidos, ainda que também sejam chamadas de pérolas chinesas, já que a produção no país é muito superior a qualquer outra, o que faz com que seu preço seja inferior.

Ao serem produzidas em grandes quantidades, sua forma pode variar, dando lugar a pérolas lisas, barrocas ou estriadas, sendo esta última uma das mais características pelas linhas que pérola apresenta. Mas, pelo que as pérolas freshwater se caracterizam mesmo é por sua variedade de formas, cores e tamanhos, que pode chegar aos 16 mm.

As pérolas de cultivo de água doce costumam demorar entre 3 e 8 anos a criarem-se, entretanto, seu cultivo simultâneo permite obter várias pérolas de uma vez. Por isso, a produção é muito maior que das pérolas australianas ou pérolas Tahiti, cultivadas em água salgada.

Quais são as melhores pérolas?

Agora que vimos quais são todos os tipos de pérolas que existem, poderíamos dizer que, se falamos de sua natureza, as melhores pérolas são as naturais, já que são mais puras e escassas.

Mas se falamos do lugar de procedência, poderíamos concluir que as melhores pérolas são as australianas, sendo uma das mais cotadas do mundo. Mas, claro, tudo depende do seu gosto e possibilidades na hora de eleger. Para você, quais são as melhores pérolas?

Por falar em pérolas cotadas, você sabe quais são as pedras preciosas mais caras? Descubra no nosso outro artigo sobre este tema!

Se pretende ler mais artigos parecidos a Tipos de pérolas, recomendamos que entre na nossa categoria de Moda e Estilo.

Escrever comentário

O que lhe pareceu o artigo?

Tipos de pérolas
1 de 7
Tipos de pérolas

Voltar ao topo da página