Partilhar

Queda de cabelo, o que pode ser? - Homens e mulheres

Queda de cabelo, o que pode ser? - Homens e mulheres

A queda de cabelo está relacionada a problemas que vão desde deficiências nutricionais, dermatites, estresse, alterações hormonais até doenças autoimunes e sexualmente transmissíveis como a sífilis, por exemplo. Pode se considerar que alguém sofre de queda de cabelo quando a quantidade de cabelo que cai diariamente ultrapassa os 100 fios. Para que você entenda todas causas da queda de cabelo masculino e feminino, o umCOMO reuniu informações importantes neste artigo sobre queda de cabelo, o que pode ser?

Também lhe pode interessar: Como evitar a queda de cabelo naturalmente

Principais causas para queda de cabelo

As causas mais conhecidas para queda de cabelo são:

  1. Genética (alopecia androgênica);
  2. Alopecia areata;
  3. Doenças autoimunes
  4. Estresse;
  5. Problemas na tireoide;
  6. Transtornos hormonais;
  7. Deficiências nutricionais:
  8. Efeitos colaterais a certos medicamentos
  9. Muita química no couro cabeludo;
  10. Caspa ou seborreia;
  11. Micose;
  12. Sífilis;
  13. Tabagismo;
  14. Ovário policístico;
  15. Gravidez, pós-parto e amamentação;
  16. Menopausa.

A seguir explicaremos os possíveis motivos para a queda de cabelo em cada uma das causas:

Queda de cabelo em homens e mulheres, o que pode ser?

1. Queda de cabelo por genética

O fator genético é uma das causas da queda de cabelo mais conhecidas principalmente quando nos referimos à queda de cabelo masculina. A alopecia androgênica é o que denomina essa condição em que ocorre a queda parcial ou total do cabelo dos homens e está relacionada ao fator hereditário.

No caso das mulheres essa condição é menos comum e é conhecida como calvície de padrão feminino, que é quando o cabelo nasce mais fino e com menos volume em partes do couro cabeludo. Geralmente não acontece a perda total dos fios, ao contrário dos homens.

2. Alopecia areata

A alopecia areata é uma doença autoimune que afeta os folículos capilares e origina a queda dos cabelos. A queda costuma acontecer por mechas de cabelo de forma que apareçam falhas no couro cabeludo. Os casos de queda total do cabelo são raros, mas existem e são chamados de alopecia total.

3. Doenças autoimunes

Além da alopecia, outras doenças autoimunes também podem provocar a queda de cabelo. No processo das células de defesa contra o próprio organismo, os processos inflamatórios podem machucar o couro cabeludo e ter como consequência a queda de cabelo. A psoríase no couro cabeludo é uma das doenças autoimunes mais conhecidas e relacionadas à queda de cabelo.

4. Estresse

Estresse ou desgaste da saúde mental é uma causa comum para a queda de cabelo em homens e mulheres. Por mais que essa causa costume ser uma condição temporária, é importante consultar um profissional para um tratamento adequado, já que nessa causa, principalmente, a terapia é mais emocional do que física. Por quanto mais tempo a pessoa for estressada ou ansiosa, maiores as chances de uma falta de cabelo notável em seu couro cabeludo.

5. Problemas na tireoide

Hipotiroidismo e hipertiroidismo são disfunções da tireoide que desregulam a produção de hormônios importantes para o crescimento e manutenção dos fios capilares. Nem todos os casos têm a queda de cabelo como consequência, você consegue identificar o problema consultando um especialista e se informar com o artigo sobre saúde da tireoide.

6. Transtornos hormonais

Além dos problemas na tireoide, que já são considerados problemas hormonais, outros problemas relacionados à desequilíbrio dos hormônios também podem provocar a queda de cabelo. Geralmente essas disfunções só podem ser identificadas através de exames feitos por especialistas. Saiba mais no artigo sobre sintomas de problemas hormonais femininos.

7. Deficiências nutricionais

A carência nutricional diminui a resistência dos fios e isso influi diretamente à queda de cabelo. A falta de ferro, zinco e outras proteínas no organismo podem ser responsáveis pela queda de cabelo e uma alimentação balanceada em muitos casos pode ser suficiente, basta consumir os alimentos indicados para tratar queda de cabelo.

É preciso estar atento pois as deficiências nutricionais podem estar relacionadas a problemas como diabetes, anemia, problemas intestinais, dietas alimentares muito radicais e até um fluxo menstrual mais intenso.

8. Efeitos colaterais de medicamentos

Alguns medicamentos têm efeitos secundários que podem provocar a queda de cabelo. O caso mais conhecido é o da quimioterapia, mas o seu corpo pode ter uma reação assim com medicamentos do dia-a-dia. Portanto, se notar a queda de cabelo, nao deixe de revisar os remédios que anda tomando, ler a bula e conversar com um médico.

9. Química no couro cabeludo

O excesso de produtos e procedimentos químicos no couro cabeludo pode gerar uma alergia que tem como consequência a queda capilar. É muito difícil determinar quais produtos e em qual dose eles podem reagir já que cada pessoa tem um organismo. No entanto, prestar atenção aos sinais do seu corpo e não exagerar é regra universal.

10. Caspa ou seborreia

A oleosidade em excesso ou até mesmo o ressecamento exagerado do couro cabeludo também podem resultar em queda dos fios de cabelo. Esses problemas precisam ser identificados e tratados o quanto antes. Para isso, consulte o artigo sobre como detectar a dermatite seborreica.

11. Micose

Além de atacarem as unhas, os fungos também podem atacar o couro cabeludo e gerar uma descamação que pode resultar no enfraquecimento e queda dos fios. Se os sinomas forem coceira e descamação, considere essa hipótese.

12. Sífilis

Além de feridas nos órgãos genitais, a sífilis também pode ter a queda de cabelo e manchas na pele como alguns dos sintomas, apesar de eles não serem os mais frequentes. No entanto, se você tem queda de cabelo e apareceram feridas nas suas partes íntimas. Dê uma lida sobre os sintomas das sífilis e seu tratamento.

13. Tabagismo

Existem pesquisas que apontam que o consumo de cigarro e suas substâncias tóxicas influencia o enfraquecimento dos fios de cabelo e provoca sua queda.

Sugestão: Como prevenir e tratar a queda de cabelo

Queda de cabelo apenas em mulheres

14. Ovário policístico

O ovário policístico é um transtorno na ovulação que provoca alterações no ciclo menstrual e aumenta a produção de testosterona nas mulheres, o que aumenta as chances do desenvolvimento da alopécia, já comentada aqui. Se você desconfia dessa possibilidade, consulte um médico e confira os sintomas do ovário policístico.

15. Gravidez, pós-parto e amamentação

Mulheres sob os efeitos das mudanças hormonais da gravidez (alterações nos níveis de progesterona) podem apresentar quedas de cabelo, embora isso não seja considerado normal. O mais comum é que os fios caiam, sobretudo, após o início da amamentação, que é quando a mãe sofre uma deficiência nutricional mais acentuada. A necessidade de um tratamento deve ser avaliada pelo médico que acompanha a mãe.

16. Menopausa

A queda dos cabelos na menopausa está 100% relacionada às alterações hormonais. Além da queda dos fios, é comum também que haja ressecamento e afinamento dos fios. Saiba como cuidar do cabelo na menopausa.

Veja também: Nioxin funciona? Tudo o que você precisa saber!

Se pretende ler mais artigos parecidos a Queda de cabelo, o que pode ser? - Homens e mulheres, recomendamos que entre na nossa categoria de Beleza e Cuidados Pessoais.

Escrever comentário sobre Queda de cabelo, o que pode ser? - Homens e mulheres

O que lhe pareceu o artigo?

Queda de cabelo, o que pode ser? - Homens e mulheres
Queda de cabelo, o que pode ser? - Homens e mulheres

Voltar ao topo da página