Partilhar

Como cuidar de um piercing microdermal

 
Por Sara Viega. Atualizado: 16 fevereiro 2017
Como cuidar de um piercing microdermal

Se gosta do mundo das modificações corporais ou se deseja dar um passo além do piercing convencional, com certeza já conhece os piercings microdermais. Trata-se de um implante que se coloca por baixo da pele e em cuja ponta existe uma pequena joia. Como sua colocação requer uma incisão, o nível de dor e cuidados são maiores que os de um piercing convencional. No entanto, tendo alguns cuidados básicos, o mais normal é que o processo de recuperação seja rápido e sem problemas. Por isso, no umCOMO vamos explicar para você como cuidar de um piercing microdermal para que possa exibi-lo sem contratempos.

Também lhe pode interessar: Como cuidar de um piercing no nariz
Passos a seguir:
1

Geralmente, os piercings microdermais são feitos de titânio. Este material permite que o processo de cura seja mais rápido e existe um risco menor de infecções, além de ser bem mais leve que o aço.

O implante coloca-se a 1,5 milímetros da pele após ter feito uma incisão, podendo ser feito com agulhas, bisturi ou punch. Posteriormente à colocação da base do piercing microdermal, coloca-se a joia, enroscando-a cuidadosamente para que fique presa na base e, ao mesmo tempo, na parte superficial da pele.

Neste outro artigo damos alguns conselhos genéricos sobre como cuidar dos piercings para não infetarem.

Como cuidar de um piercing microdermal - Passo 1
2

Ao terminar o processo, o perfurador colocará um curativo que deve ser deixado pelo menos 24 horas para que possa se formar um tecido na base do implante e para que a joia possa ser mantida em seu lugar. O curativo é a primeira fase para cuidar de um piercing microdermal, pois o tecido formado é o que segura a joia de forma permanente.

3

Após retirar o curativo, vem a primeira limpezada área do implante. Nunca toque a joia nem a área ao redor sem ter lavado as mãos com água quente e sabonete antibacteriano. Com as mãos limpas, misture água morna e sabonete até criar espuma e aplique no piercing microdermal, deixando atuar por alguns minutos e retirando com água morna.

4

Com uma gaze esterilizada, aplique soro fisiológico ou uma mistura de água com sal, pressionado a joia (mas não muito) por uns 10 minutos. Com isso você garante a eliminação dos possíveis restos de sangue que tenham ficado.

Como cuidar de um piercing microdermal - Passo 4
5

Após cada limpeza, certifique-se de eliminar os restos de sabão, soro ou mistura de sal com água morna. Depois, seque a área do implante com papel toalha de forma muito cuidadosa para evitar machucar e que o piercing microdermal saia do lugar. Quando a área estiver completamente seca, faça um novo curativo à prova d'água.

6

Uma das dúvidas mais frequentes sobre como cuidar de um piercing microdermal tem a ver com a frequência das limpezas. Recomenda-se que seja duas vezes por dia (de manhã, após o banho, e à noite, antes de dormir), exceto se o seu perfurador tiver dado outras indicações. O tempo de cura varia segundo a pessoa, mas pode demorar no máximo três meses.

7

Lembre-se que a colocação de um implante deste tipo pode ser um processo seguro se for realizado por um profissional que cumpra com as normas sanitárias necessárias, se o implante e a joia forem de boa qualidade e se cumprir rigorosamente com os conselhos para cuidar de um piercing microdermal. Caso contrário, poderia se expor a infecções, à rejeição do implante ou ao risco de sofrer hepatite C.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Como cuidar de um piercing microdermal, recomendamos que entre na nossa categoria de Beleza e Cuidados Pessoais.

Escrever comentário sobre Como cuidar de um piercing microdermal

O que lhe pareceu o artigo?

Como cuidar de um piercing microdermal
1 de 3
Como cuidar de um piercing microdermal

Voltar ao topo da página