menu
Partilhar

Como cuidar de um piercing inflamado

 
Por Redação umCOMO. 26 julho 2021
Como cuidar de um piercing inflamado

Se você gosta do mundo dos piercings e das tatuagens, alguma vez certamente já fez ou pensa em fazer algum deles. No momento de decidir onde fazer uma perfuração, é muito importante pensar que o local deve atender não somente aos gostos de cada pessoa, como também à morfologia do corpo, para que, além de ficar bonito, o corpo consiga aceitar bem o objeto estranho e fazer uma cicatrização correta. Dentre os piercings que estão na moda, um dos queridinhos, que também é um dos mais difíceis de cuidar, é o transversal.

Por isso, neste artigo do umCOMO, vamos te ensinar a como cuidar de um piercing inflamado, caso tenha tido uma cicatrização ruim, e quais são os cuidados para que a sua perfuração fique saudável e bonita.

Também lhe pode interessar: Como cuidar de um piercing microdermal

Como saber se um piercing está inflamado

Quando fazemos piercings, seja onde for, um dos fatores nos quais devemos prestar atenção é aos sintomas de infecção. Pode ser que nos primeiros dias você sinta um incômodo e calor na área perfurada, mas é importante que se atente aos seguintes sintomas de piercing inflamado para identificar se a cicatrização está indo bem ou mal, além de ter que tratá-lo para acabar com a inflamação ou infecção:

  • Vermelhidão: é normal que a zona ao redor do furo fique avermelhada no período de dois dias depois da perfuração por conta do processo de cicatrização. No entanto, se com o passar dos dias a vermelhidão não passar, não melhorar ou até aumentar, pode ser um sinal de que uma infecção começou.
  • Dor: fazer um piercing dói no momento do furo e durante os dias posteriores. Alguns corpos cicatrizam melhor que outros, mas o processo é lento. Contudo, este tipo de dor, com o passar dos dias, acaba sendo aceitável e suportável, sem que dificulte atividades cotidianas, mas se a dor não passar, aumentar ou te impedir de viver seu dia a dia, deve considerar que a perfuração está cicatrizando mal.
  • Pus: o pus é o maior indicador de infecção nos piercings. Pode ser que nos primeiros dias tenha uma pequena crosta ao redor do piercing onde você não deve tocar, mas se um líquido amarelado começar a escorrer, não restam dúvidas de que seu piercing está infeccionado.
  • Bolinha no piercing na orelha infeccionado: pode aparecer uma bolinha pequena ou grande justo no ponto da perfuração. Essa "verruguinha" pode ser dura ou macia e pode conter pus, que vai saindo e você terá que ir limpando e desinfetando. Se você notar uma bolinha deve prestar muita atenção e cuidar bem da área, já que pode significar que não está cicatrizando muito bem ou que há uma infecção.

Além de tudo isso, devemos nos atentar aos riscos de cada área quando vamos fazer uma perfuração. Piercing no umbigo inflamado, piercing no nariz inflamado e piercing na orelha inflamado, costumam ser as reclamações mais comuns.

O piercing transversal pode nos trazer problemas se não cuidarmos bem dele, pois necessita atenção duplicada por se tratar de uma perfuração em dobro, além de ter uma barra que pode facilmente embolar no cabelo ou nas roupas, diferentemente de uma perfuração unitária e mais simples.

Aqui te explicamos mais sobre Como saber se um piercing está infeccionado.

Como cuidar de um piercing inflamado - Como saber se um piercing está inflamado

O que fazer quando o piercing inflama

Se já você já sabe que o piercing está inflamado ou infeccionado a partir dos sinais anteriores, deve tentar parar a infecção o quanto antes. A recomendação que nós do umCOMO te damos é que, se com o passar dos dias continue infeccionado, vá ao médico para que ele te aconselhe e cuide da sua saúde. Porém, para começar, te damos uma lista de dicas de o que fazer quando o piercing inflama:

  • Limpeza: lave bem as suas mãos cada vez que vá tocar ou limpar seu piercing para que não infeccione mais ainda.
  • Tire o pus: se tiver pus, com a ajuda de um cotonete tente eliminá-lo sem tirar a crosta para que ajude na cicatrização.
  • Solução salina: seja a comprada na farmácia ou misturando 1/2 colher de chá de sal com 1 xícara de água morna, aplique esta solução com um algodão na área infeccionada e deixe-a secar ao ar livre.

Entretanto, como te dissemos, se a infecção estiver aumentando, você precisará recorrer a um médico o quanto antes para que ele te receite um antibiótico e avalie sua ferida antes de determinar algum tipo de intervenção.

Neste outro post pode conhecer mais dicas sobre Como cuidar de um piercing para que não infeccione.

Cuidados com o piercing

Se você por sorte não chegou ao ponto de infecção de piercing ou se já a tiver superado e quiser somente que a cicatrização aconteça o mais rápido e melhor possível, aqui te daremos uma lista de cuidados com o piercing na orelha, principalmente o transversal. Certamente te disseram isso no estúdio onde fez a perfuração:

  • Lavar as mãos: a cada vez que vá manipular ou tocar no piercing deve lavar as mãos para evitar infecções na área.
  • Sabão neutro: você deve lavar a área duas vezes ao dia com sabão antibactericida. Com a ajuda do seu dedo mindinho, tente chegar às zonas entre a orelha e a barrinha de metal e, posteriormente, tente rodá-la com a ajuda das tarraxas de bolinha. Dessa forma, a pele morta será retirada, o piercing será totalmente limpo e não acumulará sujeira e bactérias.
  • Soro: você pode imergir por 5 minutos a sua orelha ou parte do corpo perfurada na mesma solução salina que ensinamos anteriormente ou aplicá-la com uma gaze molhada. Deixe secar naturalmente.
  • Constância: dependendo do piercing a cicatrização completa costuma demorar até 6 meses, por isso, a chave para o êxito será a constância dos cuidados, evitar tocá-lo e movê-lo, ao dormir e ao vestir-se para que não enganche.

Como você pôde constatar, fazer um piercing requer compromisso e responsabilidade para que os resultados sejam bons e para cuidar da saúde, mas isso não pode ser um fator que te fará desistir, porque se você seguir as instruções que te deram no estúdio de piercings lá no começo, tudo sairá bem.

Leia mais dicas sobre Como cuidar de um piercing na cartilagem da orelha neste outro artigo.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Como cuidar de um piercing inflamado, recomendamos que entre na nossa categoria de Beleza e Cuidados Pessoais.

Conselhos
  • Nunca apliques alcohol en un piercing infectado, puede quemar la zona y empeorar.
  • Utiliza siempre materiales antialergénicos para evitar reacciones y favorecer su cicatrización.
  • Asegúrate de que el estudio al que acudes sigue todas las medidas de seguridad e higiene.

Escrever comentário

O que lhe pareceu o artigo?

Como cuidar de um piercing inflamado
1 de 2
Como cuidar de um piercing inflamado

Voltar ao topo da página