Partilhar

Como funciona o peeling químico

Por Sara Viega. Atualizado: 16 janeiro 2017
Como funciona o peeling químico
Imagem: Iml.es

São muitos os produtos que prometem eliminar as rugas, manchas e a acne. No entanto, quando estes problemas ultrapassam a camada superficial da pele, é comum falar de peeling químico: um tratamento não invasivo que promete melhorar e em alguns casos eliminar os principais inimigos de sua tez. Neste artigo de umComo revelamos a você como funciona o peeling químico.

Também lhe pode interessar: Como funciona o implante capilar

O que é o peeling químico?

É um tratamento estético que consiste na aplicação de géis ácidos e esfoliantes com diversos níveis de pH e concentração que permitem atuar em diferentes escalas de profundidade, a qual varia segundo o problema que o médico e o paciente queira tratar. Estes químicos eliminam várias camadas superficiais da pele e com elas as imperfeições como manchas superficiais. Com o passar do tempo estas camadas se regeneram e aparece um tecido novo e saudável.

Para que serve o peeling químico?

Existem infinitas substâncias que podem ser aplicadas em um peeling químico. No entanto, os químicos ideais para o paciente dependerão de um estudo exaustivo da pele e o problema que a pessoa queira atacar, tendo a decisão final o médico especialista que vai tratá-lo. Os peelings químicos são ideais para tratar rugas, acne e eliminar cicatrizes leves e poros abertos.

O peeling químico funciona em qualquer parte do corpo, não precisa de intervenção cirúrgica e pode ser realizado a cada seis meses e inclusive a cada três meses após os trinta anos. A profundidade do peeling e o abrasivo de seus químicos serão determinados pelo médico especialista.

Preparação para o peeling químico

Para obter ótimos resultados o ideal é tratar a pele 15 dias antes de realizar o peeling químico. Por isso é recomendável realizar uma limpeza de pele exaustiva, utilizar protetor solar fator 50, evitar qualquer tipo de bronzeado e beber muita água.

Resultados do peeling químico

É comum que após um peeling químico a pele da tez comece a se soltar, já que está se desfazendo das camadas superficiais mencionadas anteriormente. Uma vez que este processo de depuração finalize, começará a perceber os verdadeiros resultados: menos manchas, rugas dissimuladas, pele firme, poros fechados, luminosidade, menos vermelhidão, desaparecimento da acne, efeito lifting, clareamento da pele e rejuvenescimento.

Tipos de peeling

O peeling químico não é o único que existe. Se antes de visitar o especialista quer conhecer todas as opções que tem, visite nosso artigo sobre os tipos de peeling. Se quiser saber também um pouco mais sobre o peeling de diamante, em umComo esclarecemos-lhe as suas dúvidas.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Como funciona o peeling químico, recomendamos que entre na nossa categoria de Beleza e Cuidados Pessoais.

Escrever comentário sobre Como funciona o peeling químico

O que lhe pareceu o artigo?
1 comentário
Juliane Silva
Minha irmã fez o tratamento facial de peeling químico e o resultado ficou bem legal. Sua pele está mais rejuvenescida e algumas manchas de sol sumiram. Ela fez o peeling na clínica Montenegro Cirurgia Plástica, em SP, e recomenda a todos.
Sara Viega (Editor/a de umCOMO)
Oi Juliane! Que bom saber isso! Muito obrigada pelo seu comentário :)

Como funciona o peeling químico
Imagem: Iml.es
Como funciona o peeling químico

Voltar ao topo da página