menu
Partilhar

É preciso ficar girando o piercing?

 
Por Juliana Ribeiro. 19 dezembro 2023
É preciso ficar girando o piercing?

Se você é um amante de piercings, com certeza deve saber que os piercings carregam consigo uma série de mitos e dúvidas comuns, e uma delas é se é necessário ou mesmo benéfico girar o piercing durante seu processo de cicatrização, que atualmente sabemos que é melhor não fazer isso. Com o tempo, as informações sobre este tema evoluíram e é essencial abordar esta questão para garantir o cuidado adequado dos nossos futuros piercings.

É por isso que, se você está pensando em fazer ou fez um recentemente e tem dúvidas, neste artigo do unCOMO abordaremos a grande questão é preciso ficar girando o piercing?, fornecendo informações sobre por que não deve ser feito e, mais importante ainda, como cuidar adequadamente de um piercing. Também responderemos à pergunta recorrente de por que meu piercing gruda quando está cicatrizando. Junte-se a nós neste artigo para obter uma visão mais clara e completa sobre como cuidar de seus piercings.

Também lhe pode interessar: Como cuidar de um piercing no nariz

É bom girar o piercing?

Há algum tempo, a verdade é que se sugeria a rotação do piercing como parte do processo de cuidado e cura. No entanto, à medida que a compreensão da cicatrização do piercing avançou, esta prática foi questionada. Nesse sentido, vale a pena desmistificar essa crença e explorar por que girar o piercing pode não apenas ser desnecessário, mas até mesmo contraproducente ao seu processo de cicatrização.

Girar o piercing costumava ser uma recomendação comum de piercings e profissionais de saúde, argumentando que ajudaria a evitar que a joia grudasse na pele circundante. Porém, hoje, a maioria dos especialistas concorda que esta prática não é necessária e, na verdade, pode ser prejudicial. Girar constantemente o piercing pode irritar a área e prolongar o tempo de cicatrização. A resposta é clara: não é necessário girar o piercing. Fazendo isso, não deixamos nosso corpo finalizar o processo de cicatrização, prolongando a inflamação no local e até mesmo a possível rejeição da peça.

Como cuidar de um piercing

Embora a necessidade de girar o piercing tenha sido desmistificada, o cuidado adequado é essencial para garantir uma cicatrização rápida e sem complicações. Estas são algumas dicas essenciais para cuidar eficazmente dos seus piercings:

  • Limpeza regular: comece com uma limpeza regular. Antes de tocar no piercing, lave as mãos. Use uma solução salina suave ou água com sabonete antibacteriano para limpar a área ao redor do piercing.
  • Evite produtos irritantes: evite usar produtos como água oxigenada, álcool ou iodo, pois podem retardar a cicatrização ao danificar tecidos saudáveis.
  • Não manipule excessivamente: a manipulação excessiva do piercing também deve ser evitada. Resistir à tentação de virar ou mover as joias com frequência é fundamental, pois interferências constantes podem irritar a área e prolongar o processo de cicatrização.
  • Evite o excesso de água: evite submergir o piercing na água por longos períodos, como em piscinas, banheiras ou hidromassagem, pois isso pode aumentar o risco de infecção.
  • Roupas adequadas: a escolha da roupa também desempenha um papel importante no cuidado dos seus piercings. Evite roupas apertadas que esfreguem ou pressionem o piercing, especialmente durante as primeiras semanas de cicatrização.
  • Cuidados nutricionais: mantenha uma alimentação balanceada, rica em vitaminas e minerais para promover a cicatrização.
  • Evite tocar com as mãos sujas: evitar tocar no piercing com as mãos sujas e garantir que outras pessoas não o toquem são práticas adicionais para manter a higiene e reduzir o risco de infecção.
É preciso ficar girando o piercing? - Como cuidar de um piercing

Por que meu piercing está grudado?

Embora não seja necessário girar o piercing, às vezes você pode sentir o piercing aderindo ao tecido circundante durante o processo de cicatrização. Tudo isso pode causar desconforto e até obrigar a pessoa a girá-lo. Para esclarecer, a seguir apresentamos as possíveis razões por trás desse fenômeno e como lidar com ele de forma eficaz.

  • Secreção linfática: durante a cicatrização, é normal que seja produzida linfa, uma substância transparente que pode ressecar e grudar a joia ao redor da pele.
  • Cascas: as crostas fazem parte do processo de cicatrização e podem fazer com que as joias grudem temporariamente.
  • Uso incorreto de produtos: o uso incorreto de produtos de limpeza ou a exposição a substâncias irritantes podem contribuir para a aderência do piercing.
  • Roupas apertadas ou joias incorretas: esfregar constantemente em roupas apertadas ou usar joias muito curtas pode fazer com que o piercing grude.
  • Infecção: em casos raros, uma infecção pode causar o acúmulo de pus ao redor do piercing, grudando a joia. Aqui explicamos Como saber se um piercing está infectado.

Em todos esses casos, deve ficar claro que embora a rotação do piercing não seja necessária nem recomendada, o cuidado adequado é essencial. A higiene, a escolha de joias adequadas e a atenção a quaisquer sinais de infecção são elementos-chave para garantir uma cicatrização bem-sucedida. Caso você tenha problemas persistentes, é importante consultar um profissional para orientações específicas. A chave para um piercing saudável está na paciência e na adesão a práticas de cuidado eficazes.

Agora que você sabe que é melhor não girar o piercing, recomendamos que descubra os diferentes Tipos de piercing nas orelhas.

Se pretende ler mais artigos parecidos a É preciso ficar girando o piercing?, recomendamos que entre na nossa categoria de Beleza e Cuidados Pessoais.

Escrever comentário

O que lhe pareceu o artigo?
É preciso ficar girando o piercing?
1 de 2
É preciso ficar girando o piercing?

Voltar ao topo da página